PALAVRA DE DEUS

POR: Manuel Venade Martins (Pastor Evangélico)

Como um pai se compadece de seus filhos, assim o Senhor se compadece daqueles que o temem. Pois Ele conhece a nossa estrutura; lembra-se que somos pó. Porque o homem são seus dias como a erva; como a flor do campo, assim floresce: Pois, passando por ela o vento, logo se vai, e o seu lugar não conhece mais. (Salmo 103:13-16)

INTRODUÇÃO

Gostaria de consolar e alegrar os vossos corações, do que repreender todo aquele que está lendo esta exortação. Pessoas, essas, vivendo e alimentando-se com pensamentos nocivos há sua vida espiritual, quem sabe já de uma longa vida, que nunca lhes poderão fazer prosperar, nesta caminhada terrestre, que cada indivíduo trilha, com seus próprios pés.

COMENTÁRIO
VIDA SEM SIGNIFICADO

David, homem cheio do poder de Deus e de profundos conhecimentos, começa a nos exortar, que seu, e também nosso, Deus, se compadece de seus filhos, porque eles o temem, o adoram e o seguem (v.13) verdadeiramente. Qual pai chefe de família, honesto, crente e temente a Deus, que não cuida de seus filhos? E muito mais que se chega perto deles, para ver suas necessidades e qualidade de vida que eles vivem! Será que há algum pai que não se apercebe de determinada situação e que tenha que acordar do sono? Então terá primeiro de pôr sua vida em ordem, sua conduta, tanto fora como no seu próprio lar, com exemplos que devem falar mais alto do que suas próprias palavras. Achará esta palavra impossível, dura, intransponível, provavelmente que sim, porque sozinho, não poderá traspassar a montanha que se lhe colocou em sua frente, em sua vida, carregando um fardo muito pesado, um modo de viver difícil, já se tornando impossível.

A cada dia que surge vão crescendo as dificuldades, parece até que tudo vai de mal a pior, não encontrando uma solução para salvaguardar até a vida conjugal, a união da família e o controle de seus filhos.

O tempo de vida vai passando velozmente, vai diminuindo a sua esperança, num futuro que até lhe parecia risonho, próspero e feliz, mas de repente em sua vida apareceu de improviso um obstáculo, uma montanha, que é impossível de atravessar, porque é alta de mais. Tudo tem chegado e a caminhada é árdua, em sua forma de viver. Começa a fazer um exame à sua estrutura, que se vai tornando frágil a cada dia que passa, reconhecendo o pó em parte que é. Quando isso surge em cada indivíduo, e à medida que vai reconhecendo sua situação em várias áreas da sua vida, já por si poderá ser um bom princípio, onde Deus poderá estar-se aproximando, para lhe fazer entender que terá de retroceder de seus próprios caminhos, que até muitos deles estão muito enraizados com o seu ego, e suas raízes se tornam até muito grossas de mais. É ai mesmo nessa situação que o nosso Deus pode ser glorificado em sua vida, se somente se humilhar e lhe pedir ajuda e, porque não, perdão? Reconhecendo sua fraqueza humana, seus falhanços, seus delitos, etc. Ele (Deus) estenderá ainda suas mãos para si, para o ajudar e verá que sua própria vida ainda terá significado no meio da família, no meio da sociedade.

Com essa decisão, que creio já ter tomado a iniciativa, seus dias, que seriam figurados como a erva do campo, o Senhor Deus ainda está regando a erva, que já se vai tornando verdejante, porque a estiagem já terminou. Quero dizer com isto, já está vendo o impossível desaparecer em sua maneira de viver, não é assim!
(Vida sem significado)

A vida do homem, neste planeta, é realmente curta, passageira e sem retorno, e ao mesmo tempo difícil de ultrapassar as suas dificuldades, mas há alguém que o quer ajudar e lhe fazer compreender que nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus. (Mateus 4:4)

O Senhor o convida a pôr sua confiança e fé n'Ele, conforme se lê: Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei; e aprendei de mim que sou manso e humilde de coração e encontrareis descanso para as vossas almas. (Mateus 11:28-29) O leitor o que precisa fazer é, em primeiro lugar, crer em sua palavra, compreender que está num estado de pecador perdido e, por conseguinte, necessita de um Salvador. Aqui está o convite para si, agora só você é que tem de tomar sua própria decisão, de aceitar a Cristo. Lhe digo, tome a melhor decisão, escolhendo ao Senhor Jesus, como seu Salvador pessoal.



< Voltar