A PALAVRA DE DEUS

POR: Manuel Venade Martins (pastor)

E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e pôr-lhe-ás o nome de Jesus. Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai (Lucas, 1:31-32).

INTRODUÇÃO

Isaías, o anunciador das Boas-Novas (que é o Evangelho) inspirado pelo Espírito Santo, fala assim: Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o principado está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus forte, Pai da eternidade, Príncipe da paz (Isaías 9:6).

O profeta do Senhor, conhecido por anunciador Messiânico, que deixou no coração dos antigos Teólogos a questão. Quando isto acontecerá, aonde e a que momentos terá sua execução? Séculos passaram, gerações passaram, até que numa época pouco agradável para o povo Israelita, porque viviam debaixo do domínio e opressão do Império Romano, como presidente local Herodes. Esperavam que este acontecimento, trouxe-se rápida libertação, mas isso não aconteceu, só surgirá com a vinda de Cristo, e somente no segundo advento e aparição do Senhor, conforme Isaías diz. Seu principado está sobre seus ombros (Isaías 9:6). Aí sim, vai acontecer o que eles (Judeus) esperam, e serão totalmente Salvos e libertados da opressão maligna e espiritual. Todo o Israel será salvo.

COMENTÁRIO
CREIO QUE JESUS É O FILHO DE DEUS

Quando foi anunciado o nascimento de Jesus, o anjo disse a Maria: Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo. Muitos anos depois, por altura do Seu julgamento, diante do Sinédrio, o sumo -sacerdote em exercício perguntou-Lhe: És tu o Cristo, filho de Deus Bendito? - Jesus respondeu: Eu o Sou. Por causa desta resposta, o sumo sacerdote rasgou suas vestes, e todos do Sinédrio consideraram Jesus culpado de morte. Foi assim que escreveu (Marcos 15:1-2).

Não me admiro que, nos dias de hoje, a negação a esta verdade seja partilhada por muita gente. Tal como aconteceu, no Sinédrio, negar que Jesus é o Filho de Deus é como condená-lo à morte. Sei até que alguns leem a Bíblia, mas negam ser Jesus o Filho de Deus. Quando faço esta afirmação, de que Jesus é o Filho de Deus, é como se respondesse à pergunta característica: Quem é o Cristo? Entre os Muito nomes e títulos de Jesus, o de Filho de Deus, que nos fala da sua divindade. Filho de Deus significa um nascido de Deus, e assim não temos dúvidas em afirmar, que semelhante título proclama Cristo, divino. Notemos que Jesus é chamado Filho de Deus no sentido único, isto é, Ele não é um Filho de Deus, como os homens salvos, somente, porque os restantes homens são criaturas de Deus. Por conseguinte somente o Filho de Deus, tem a Sua relação com Deus Pai, não tem participação igual por nenhuma outra pessoa no Universo.

O apóstolo Lucas relata-nos assim um aspeto da infância do Senhor, num encontro quando Jesus estava no meio dos doutores, no templo. Disse-lhe a mãe: - Eis que teu pai e eu, ansiosos te procurávamos. Aos 12 anos de idade, duas coisas eram certas para Jesus: - Uma revelação especial para com Deus a quem Ele descreve como seu Pai, primeiramente, e em segundo lugar, uma missão especial na terra dos negócios de meu Pai. Pontualmente, Jesus respondeu desta forma à Sua mãe: Por que é que me procuráveis? Não sabeis que me convém tratar dos negócios do meu Pai?

Creio que Jesus é o filho de Deus, porque Ele é o único caminho da salvação conforme se lê: Em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos. Ele é o filho de Deus, e nos mandou pregar ao povo, e testificar que Ele é o que por Deus foi constituído juiz dos vivos e dos mortos. O apóstolo Paulo alia-se a nós, neste momento, trazendo-nos a visão de Jesus ser o grande Deus e nosso Salvador, aquele que encarna toda a plenitude da divindade, o Criador e sustentador de todas as coisas. Ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por Ele.

Cremos no Senhor Jesus Cristo, o Filho de Deus, o unigénito do Pai, isto é da substância do Pai, Deus de Deus, luz de luz, verdadeiro Deus de verdadeiro Deus, gerado, não feito; sendo da mesmas substância que o Pai; pelo qual foram feitas todas as coisas que estão no Céu e na Terra, e o qual por nós, os homens, e por nossa salvação, desceu, encarnou e foi feito homem, sofreu, e ressuscitou ao terceiro dia, e ascendeu ao Céu, donde virá outra vez para julgar os vivos e os mortos.

Conhecemos em boa parte uma pessoa pelo falar, até na aplicação humana. Certo teólogo afirmou: A palavra do homem é a expressão do seu caráter. Desta maneira a Palavra de Deus é o veículo mediante o qual Deus se comunica connosco; e o meio pelo qual Deus expressa o Seu poder, a Sua vontade. Cristo é a Palavra ou o verbo, porque, através d'Ele, Deus revelou o Seu propósito e atividade e por meio d'Ele contacta o mundo. Deus expressa-Se a Si mesmo por meio do Seu Filho Jesus, o qual é, como diz a Bíblia, a expressa imagem da sua Pessoa. Cristo não nos traz apenas a mensagem de Deus; Ele é a própria mensagem de Deus.



< Voltar