PALAVRA DE DEUS

POR: Manuel Venade Martins (Pastor Evangélico)

A quem me fareis semelhante, e com quem me igualareis, e me comparareis, para que sejamos semelhantes? Gastam o ouro da bolsa, e pesam a prata nas balanças; assalariam o ourives, e ele faz um deus, e diante dele se prostram e se inclinam. Sobre os ombros o tomam, o levam, e o põem no seu lugar; ali está e do seu lugar não se move; e, se recorrem a ele, resposta nenhuma dá, nem livra alguém da sua tribulação. (Isaías 46: 5-7)

INTRODUÇÃO

1º Queremos ser úteis a todos aqueles que nos seguem há muitos e largos anos, sendo assíduos leitores dos nossos comentários em vários jornais com a rubrica Palavra de Deus, tanto em Portugal, como de igual modo nos Estados Unidos da América.

2º Falando sobre o tema de hoje, gostaríamos de citar as palavras do apóstolo Paulo aos Coríntios, assim: Portanto, meus amados, fugi da idolatria. Falo como a entendidos, julgai vós mesmo o que digo. (1ª Coríntios 10: 14-15) Entendido é todo aquele que não somente lê as Escrituras Sagradas, mas o Altíssimo lhe deu suficiente sabedoria para entender o que lê, nestes casos as Escrituras, de hoje.

3º Amado leitor, elas vêm na hora certa na tua vida, e te são enviadas no momento exato da tua necessidade, nestes casos que é a tua vida espiritual, podes com certeza ter outras necessidades em tua vida, mas de momento a mais importante e primária é esta. Deus quer-te abençoar com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais. (Efésios 1:3)

COMENTÁRIO
FUGI DA IDOLATRIA (IMAGENS)

Aqui está uma informação persistente e direta com uma excelente clareza que não faz falta ser uma pessoa em extremo indouta, mas com um conhecimento normal nas Escrituras. Mas, o Senhor falando através da boca do profeta Isaías à sua igreja na época de então, de igual modo se transfere para os dias de hoje ou sejam de momento os dias atuais que vivemos.

Fala-se fortemente no meio religioso, e o que causa espanto é serem pelos destacados lideres dizendo à boca cheia que não praticam a idolatria, que apenas os tem lá para ornamento ou enfeitar os ditos altares, santuários e capelas, mas se formos cuidadosos vamos notar que na prática não é verdade, não o dizem com pureza de coração, embora entre eles não exista um vínculo de cegueira, enredado e envolvente à idolatria. Mas, o leitor assíduo da Palavra de Deus poderá aperceber-se que existe muito engano nesta matéria doutrinal. Por exemplo, vamos notar as palavras do profeta do Senhor acima escritas, aonde se lê: A quem me fareis semelhante e com quem me igualareis, e me comparareis para que sejamos semelhantes?

Fazem uma imagem de Jesus Cristo, ou de certas personagens do passado de material mais precioso, como por exemplo de ouro, prata por um fabricante com conhecimentos de fabricar tais imagens de vários metais, e aí põem em certo modelo de andor, e no momento adequado o transportam em procissão, carregado por quatro pessoas, que têm de ser corpulentas, para o levarem na dita marcha (procissão). Isto é autêntico e real em nossos dias, estas práticas, em vários festejos, mais frequentes na população provincial, cheios de aparato e ornamentos religiosos, dos mais atraentes, se possível, para preencher o ego dos extremamente fanáticos, espiritualmente cegos, não discernindo que essas práticas estão escritas nos livros Sagrados dos profetas, nos livros dos Salmos e no cânon da Lei de Moisés, ou seja no Pentateuco.

Agora temos de pensar a sério, acreditar nas Sagradas Escrituras, e querermos mudar de vida religiosa, santificar a nossa alma, ou rejeitarmos a Palavra de Deus! Das duas maneiras temos que nos decidir e tomar a melhor decisão. No livro do Salmo lê-se: Têm boca, mas não falam; têm olhos, mas não veem; Têm ouvidos, mas não ouvem; nariz têm, mas não cheiram. (Salmo 115:5-7) A Palavra de Deus (Escrituras Sagradas) a ninguém deixam dúvidas a que pessoas Deus se refere, é na realidade ao ser humano, porque é esse povo que está em causa, em destaque e num alto pedestal, mas todas essas ilusões muitas vezes não são muito duradoiras, e se cair do pedestal em que vive será grande o tombo, por conseguinte o que temos de evitar é a sua queda, que poderá surgir a cada momento, mas com a graça de Deus, poderemos evitar, e assim não acontecerá.

Notamos com toda a clareza que essa descrição se refere a um ídolo, que são as tais imagens que o artista fabrica com certas características e figuras humanas que infelizmente o homem inventa, procurando, até, por vezes, um aspeto triste, melancólico e o mais possível comovente, para convencer os adoradores apaixonados à idolatria, para adquirir suas abastadas ganâncias.

No verso 8 diz assim: Tornem-se semelhantes a eles os que os fazem; e todos que neles confiam. Os ditos fabricantes terão o mesmo castigo, também, que os adoradores que confiam neles, é uma ordenança de maldição, de igual modo para os que os carregam em andores, conforme dizemos os adoradores e fabricantes estão debaixo do mesmo castigo. Eu sei que você não vai gostar disto, mas eu tenho de vos dizer, para vos acautelar, enquanto temos tempo.


< Voltar