PALAVRA DE DEUS

POR: Manuel Venade Martins (pastor)

http://www.igrejaemanuel.org

Conforma se lê: Disse-lhes pois Jesus: A luz ainda está convosco por um pouco de tempo; andai enquanto tendes luz, para que as trevas vos não apanhem; pois quem anda nas trevas não sabe para onde vai. Enquanto tendes luz, crede na luz, para que sejais filhos da luz. Estas coisas, disse Jesus: e, retirando-se, escondeu-se deles. Eu Sou a luz que vim ao mundo, para que todo aquele que crê em mim não pereça nas trevas. (João 12:35-36, 46)

INTRODUÇÃO

O salmista diz assim: Lâmpada para os meus pés é tua Palavra, e luz para meu caminho. (salmo 119:105) Esta grandiosa expressão do escritor sagrado foram palavras dirigidas pelo Espírito Santo para todos nós, que lê-mos e meditamos na Palavra do Senhor, já nascemos de novo e nos convertemos a Cristo nosso Salvador (não propriamente a uma religião como muitos o entendem) e o seguimos.

Também o servimos no Ministério do Evangelho, com seus dons, tanto naturais como espirituais, visitando os enfermos e orando por eles, visitando os utentes dos Lares, socorrendo os necessitados, ajudando os Orfanatos.

Fazemos isso tudo porque nossos pés andam nos Caminhos de Deus, e nosso coração foi iluminado, por isso agora vê a necessidade do próximo, e movidos pelo Senhor Jesus saímos em ajuda dos desfavorecidos, que até muitas vezes vêm ao nosso encontro. Está escrito assim: Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber. (Atos 20:35)

COMENTÁRIO
JESUS É A LUZ DO MUNDO

O apóstolo João relata-nos as palavras genuínas, verdadeiras e puras, que saíram dos lábios do Senhor Jesus, na qual o seu fim era que nossos olhos fossem abertos e continuem abertos, sobretudo quando se trata da Palavra de Deus, porque aí se desenrola o grande milagre, que a cegueira espiritual causará no ser humano, não o deixando ver, nem entender as verdades divinas, para sobretudo ler com profundeza o que o Espírito Santo nos quer dizer e fazer ver e por final entender.

Porque se o homem natural lê a Bíblia Sagrada, e lhe dá uma irónica interpretação, continuará em trevas, porque na realidade para lhe darmos o sentido correto da Palavra de Deus, necessitamos ler, ver e examinar, mas sim com a ajuda de Deus. Sozinhos nos é impossível, por isso é que Deus tem nas Igrejas seus Servos qualificados, para nos ensinar e interpretar as Escrituras Sagradas, porque elas saíram da mente de Deus, por conseguinte, uma mente humana, a qual nós jamais podemos interpretar, mas necessitamos pedir socorro ao Altíssimo, que nos ajude e nos traga para mais perto de si, só assim seremos capazes de compreender a Lei de Deus, entende-la, e por final guardá-la em nosso coração, na medida em que a vamos observando, e por conseguinte está a acontecer em nossas vidas, o que nunca tinha acontecido, de nos irmos alimentando da sua Palavra, a cada dia.

Na realidade uma incalculável doçura, uma riqueza e luz é para nossos caminhos, conforme diz o Salmista: Oh! Quanto amo a tua lei! É a minha meditação em todo o dia. Tu, pelos teus mandamentos, me fazes mais sábio que meus inimigos, pois estão sempre comigo (Salmo 119:97-98) Permita Deus que não somente eu, mas todos os leitores deste tratado divino, que o leiam e possam também guardá-lo em seus corações, e isto que digo, poderá acontecer sim, se nosso coração estiver limpo e asseado para receber a Palavra de Deus que com certeza se fará em cada indivíduo uma fonte de luz que será por vida divina a cada criatura que de bom ânimo se alimenta dela.

Também nos diz o verso 105 assim: Lâmpada para os meus pés é a tua Palavra, e luz para o meu caminho. Quando isto surge em cada indivíduo, e é reconhecido pelo próprio necessitado que valoriza a necessidade da luz divina para as suas vidas, o Senhor Deus, cuidará de nós, e de nos iluminar, isso é o que logo vai acontecendo na vida de tais pessoas, que andam fora dos caminhos de Deus e por conseguinte, se a luz divina os acompanhar, temos que retroceder da escuridão das trevas, que cada um de nós pode estar enlaçado, até por longos anos.

Amigo leitor, Deus quer-te ajudar e iluminar a tua vida, talvez bastante degradada, e te convida a deixares as velhas paixões carnais, envolvidas na concupiscência e desejos de extravagância que prendem o ser humano, nos mais desastrados vícios, que não os vou aqui citar, porque vem o sabes, mas oxalá que não os pratiques, nem te envolvas nesses meios viciosos e nocivos cheios de enredo e engodo, que não deixam ver de perto o perigo que pode estar a causar aos próprios e até a terceiros.



< Voltar