PALAVRA DE DEUS

POR: Manuel Venade Martins (Pastor Evangélico)

Como escaparemos nós, se não atentarmos para uma tão grande salvação, a qual, começando a ser anunciada pelo Senhor, foi-nos depois confirmada pelos que a ouviram; testificou também Deus com eles, por sinais, e milagres, e várias maravilhas e dons do Espírito Santo, distribuídos por sua vontade? (Hebreus 2:3-4).

INTRODUÇÃO

Alguns factos:

a) - Cai em nós a responsabilidade se não aceitarmos a Cristo, como nosso Salvador e Senhor da nossa vida. Neste planeta em que habitamos, vivendo muito envolvidos nas influências de inclinação mundana, e por vezes o nosso viver é muito agitado pelas circunstâncias que nos rodeiam.

b) - Esquecemo-nos de nossas responsabilidades e afazeres quotidianos como verdadeiros crentes, (cristãos) que se não o somos, temos a responsabilidade sobre nós, de o não praticarmos. Por exemplo, ler o Divino Evangelho, conhecê-lo e manuseá-lo, dando-lhe um lugar em destaque em nossa vida, meditando se possível, todo o tempo disponível.

c) - Ponderar e meditar na leitura dos textos sagrados, para haver se mesmo assim podemos alcançar pela fé em Jesus Cristo, e entrarmos nos átrios do Altíssimo e Santo é seu nome, porque a sua misericórdia é de eternidade em eternidade.

Com Cristo o Amigo leitor pode obter esse tão grande milagre e alcançar a eterna salvação.

COMENTÁRIO

PODES ALCANÇAR ETERNA SALVAÇÃO

A pessoa que não tiver Deus bem no centro do seu modo de agir, jamais conseguirá tão grande salvação. A Bíblia (Palavra do Senhor) declara que a inclinação do homem é para o mal desde a sua meninice. De facto, se entregarmos algum objeto frágil nas mãos de uma criança, a coisa que mais depressa veremos é esse objeto ser completamente destruído.

Creio ser por esse mesmo facto e suas consequências que a Escritura Sagrada nos transmite o seguinte mandamento: Instrui o menino no caminho em que deve andar, e até ser velho não se desviará dele (Provérbios 26:6). Devido ao não acatamento ou ignorância da ordem divina, o mal no ser humano é já coisa considerada alarmante, por parte de muitas pessoas. Ora isto sucede porque o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhes parecem loucura, e não pode entende-las porque elas se discernem espiritualmente (1ª Cor. 2:14).

De acordo com os ensinos recebidos através da leitura e meditação da Palavra de Deus, a resposta certa a dar é, pelo novo nascimento, podermos alcançar a eterna salvação. Necessitamos, portanto, de nascer de novo, nascer do Céu, nascer espiritualmente. Precisamos também de acordar para a grandiosa realidade que Deus existe e que é galardoador daqueles que o buscam (Hebreus 11:6).

O amado leitor tem necessidade de buscar nosso Deus criador, de todo o seu coração, e a única porta é só Jesus Cristo. Foi ele próprio que disse: Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará e sairá, e achará pastagens, isto é alimento espiritual (João 10:9). Essa nutrição oriunda da Palavra do Senhor recebe-se pela fé em Cristo, pela nossa confiança na Palavra, pelo facto de crermos nela de todo o coração.

O Senhor dirige a cada um de nós este convite: Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas (Mateus 11:28-29). Em face deste amoroso convite de Cristo, o prezado leitor deverá dar o seu passo de fé para Jesus. Receba a pessoa de Cristo pela fé, no coração, como seu único e suficiente Salvador e Senhor da sua vida. Ao fazer isso, arrependendo-se também dos seus pecados, o seu nome será inscrito no Céu, registado no livro da vida, pois Jesus é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo (João 1:29).

E pelo sangue precioso de Jesus que somos salvos da perdição eterna; por esse sangue derramado voluntariamente na cruz do Calvário. Como resultado deste tão grande sacrifício, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o espírito (Romanos 8:1).

Em face deste ensinamento que nos é dado pela Palavra do Senhor, poderá o leitor perguntar — mas afinal, que significa isso de não andar segundo a carne, mas segundo o espírito? Esclareço que, quem não tiver Jesus na sua vida, tal pessoa não possui em si o Espírito de Deus. Por conseguinte e orientada apenas pelos seus desejos e sentimentos naturais, cuja inclinação muitas vezes é mais para o mal que para o bem. Em face disso, o mundo vive em permanentes conflitos.

Este convite, prezado leitor, é também para si, no momento em que o aceitar, em que se converter a Cristo, em que nascer de novo, o seu nome será escrito no livro da vida, conforme já falamos. Portanto, não se esqueça: Jesus morreu e ressuscitou para nos dar uma eterna salvação. Assim, deposite a sua fé em Cristo, e siga-o fielmente.



< Voltar