PALAVRA DE DEUS

POR: Manuel Venade Martins (Pastor Evangélico)

Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie. Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas (Efésios 2: 8-10).

INTRODUÇÃO

Queremos esclarecer os amados leitores, que derivado à nossa maneira, como fomos criados e educados por nossos pais, através do ensino religioso, que mormente herdamos por tradição, recebida de nossos progenitores, mas não são segundo as leis e regras de Deus. Na atualidade, como se pode verificar, o mundo anda desviado dos santos caminhos de Deus e, por conseguinte, fora dos planos da salvação.

Essa é a razão do Senhor Jesus dizer no Evangelho assim: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda a criatura (Marcos 16:15). É através do ouvir a Palavra de Deus, que qualquer indivíduo alcançará a fé suficiente para adquirir a salvação. Simultaneamente ao ler este comentário já está preparando a sua fé, e sempre que for possível fazer leitura da Bíblia, começando pelo Novo Testamento de preferência e, com certeza, o nosso Eterno Deus o vai ajudar.

COMENTÁRIO
A SALVAÇÃO É PELA FÉ

ALGUMAS PERGUNTAS AOS LEITORES

1ª Segundo as Escrituras Sagradas dizem, a salvação eterna da alma, ou seja, do ser humano, adquire-se pela fé ou pelas obras?

2ª Durante a vida terrena há possibilidades de se obter a certeza da salvação?

3ª A salvação herdasse ou ganha-se?

Perguntas como estas fazem-se com frequência nos meios religiosos e, melhor dito, entre certos cristãos.

Há quem ensine que a salvação se conquista pelo muito esforço, pelas boas ações. Se assim fosse, teríamos o direito de gloriar-nos diante de Deus, como se a obra expiatória efetuada no Calvário revelar-se-ia inacabada e imperfeita.

Se somos salvos ou justificados somente pelas obras, perguntamos quantas boas ações para se escapar da perdição eterna? Quantos sacrifícios, a fim de purificarmos os pecados chamados de veniais e penitenciais chegarão? Quantas rezas serão precisas? Depois de uma vida inteira seguindo a religião tradicional. Não se conseguirá ao menos morrer descansado, ou ainda iremos sofrer durante imenso tempo? É inadmissível viver uma vida religiosa, e exigir a prática de muitos sacrifícios e obras e ainda como herança um lugar eternamente de sofrimentos? Mas, afinal o que declaram as Escrituras Sagradas? Vejamos com cuidado alguns factos importantes.

Em primeiro lugar, somos salvos pela graça de Deus, mediante a fé em Cristo Jesus, não necessário propriamente pelas obras religiosas que alguém as tenha praticado, note que a salvação não é nenhuma concorrência religiosa, mas um dom de Deus, uma dádiva do Criador. Ler Romanos 3:23-24.

Em segundo lugar. Podemos desfrutar em vida, pela fé, a certeza da salvação, disse o Senhor Jesus. Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha Palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida (João 5:24).

Quero ainda esclarecer quanto à conversão, e temos de reconhecer que somos pecadores, descendentes da natureza adâmica e por isso devemos arrepender-nos dos nossos pecados e confessá-los a Deus. Se o fizermos com fé, dispostos a deixar as transgressões à lei de Deus e ao nosso próximo, alcançaremos misericórdia, seremos perdoados pelo nosso Salvador e Senhor.

A mensagem de Deus através do Apóstolo Pedro é: arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham assim os tempos do refrigério pela presença do Senhor (Atos 3:19).

Em terceiro lugar. As boas obras são, a evidência da verdadeira fé em Cristo. Nós somos salvos, não pelas obras, mas para fazermos boas obras que glorifiquem Deus. A fé genuína induz-nos, pelo Espírito Santo, a amar de coração o Senhor e a fazer o que Ele ordena, assim produz boas ações e a dar frutos de salvação.

Concluímos, pois, que o homem é justificado pela fé, sem as obras da lei. Os escritores sacros não apresentam opiniões divergentes ou conceitos sobre o assunto em causa, visto terem falado do meio e modo de obter a salvação. O apóstolo Paulo recorda que essa fé terá de ser genuína para dar fruto pelo Espírito, deixando de praticar as obras da carne, mas o fruto de Espírito. Pode ler em Gálatas 5:16-26.



< Voltar