PALAVRA DE DEUS

POR: Manuel Venade Martins (Pastor Evangélico)

Porque Deus amou o mundo, de tal maneira, que deu o seu Filho unigénito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado, mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigénito Filho de Deus (João 3:16-18).

INTRODUÇÃO

O Salmista diz: Pareceria sem dúvida, se não cresse, que veria os bens do Senhor na terra dos viventes. Espera no Senhor, anima-te, etc. (Salmo 27:13-14).

Se o leitor é pessoa de sabedoria das letras ou com formação de alguma Faculdade e apenas se alimenta do seu conhecimento Universitário, todavia ainda necessita descobrir os Oráculos de Deus. Para poder descobrir uma vez que é uma pessoa dotada com três aspetos, corpo, alma e espírito, que neste momento estou a falar, não encontrará nenhuma barreira intransponível.

O seu espírito que Deus graciosamente o dotou, é precisamente por ele, que o leitor tem sabedoria e até poder suficiente, para compreender os mistérios da salvação. Crendo em sua Palavra, aí está um desafio mais à sua vida, para confrontar-se, com a Palavra do Senhor. Crê nela ou não? Lê a Palavra de Deus ou não?

COMENTÁRIO

CRER NA PALAVRA DE DEUS

A vida física depende de alimento terreal. A vida espiritual depende de alimento espiritual, ninguém deve estranhar a debilidade e até mesmo a morte espiritual de todas as pessoas que não se alimentam espiritualmente. O alimento espiritual é a Palavra de Deus.                                                                                             

Alguém que não lê a Palavra de Deus muito provavelmente não acredita em Deus, não ouve, na dimensão do sobrenatural, entrega-se ao fatalismo de um destino não revelado aos seus olhos, entretanto corre atrás de falsas promessas do ocultismo, das várias etárias religiosas ou outra coisa qualquer.

Alguém pode dizer-se cristão, mas ao ignorar a Palavra de Deus apenas tem um nome que não corresponde em nada à sua vida real, terá apenas um rótulo. Pode ser muito bem-intencionado e esforçar-se para cumprir os preceitos da sua igreja mas, ao fim e ao cabo, vai acabar por sentir-se cansado desse tipo de Cristandade. Algumas religiões não aceitam toda a Palavra de Deus. Põem de parte o que não gostam. Os que são verdadeiros crentes, são ainda aqueles que põe de parte todas as práticas do pecado e levam uma vida sujeita à vontade de Deus, e um proceder na direção do Espírito e nos seus frutos. Outros rejeitam as alusões da Bíblia ao sobrenatural, à cura divina, ao batismo com o Espírito Santo.

Quem não come certos tipos de alimentos fica carenciado de certas vitaminas, e se não chega a morrer, fica debilitado em certas áreas e propenso a certas enfermidades. Somos desafiados a ingerir toda a Palavra de Deus. Porque ela é proveitosa para o nosso alimento espiritual.

Existem ainda aqueles que não satisfeitos com a palavra e julgando que ela está incompleta lhe acrescentam regras humanas e dogmas. Para esses, diz a Palavra de Deus assim: Passará o Céu e a terra, porem as minhas palavras não passarão (Mateus 24:35).

Caixa de texto:  
A Palavra de Deus não muda, Deus é imutável e a Sua Palavra também o é. O homem muda mas Deus permanece, desta forma a Palavra não se desatualiza, não precisa de atualização, a Palavra de Deus permanece, enquanto a palavra dos homens muda. A nossa decisão consiste em escolher entre o que é transitório e o que é eterno, entre o que é incerto e o que é certo, da nossa escolha depende certamente a nossa vida. Toda a nossa existência fica envolvida pela grande decisão de permanecermos na Palavra de Deus ou não!

Não basta ter conhecido e ter aprendido, é necessário continuar naquilo que se aprendeu. Não é possível andar com Deus sem andar na Sua Palavra, sem permanecer nela.

A Palavra de Deus é uma obra sobre conduta, de procedimento e vida. Ela nos desafia a entrar numa dimensão muito maior da existência e do sobrenatural, de Deus e do Seu propósito para nós. A Bíblia fala-nos do que Deus já fez por nós e do Seu propósito e do modo pela qual você se pode apropriar dessa realidade na Sua vida.

Todo o texto da Bíblia é inspirado por Deus, quando lemos a Bíblia e o fazemos de modo sincero querendo que Deus nos fale, querendo compreender a vontade de Deus, querendo conhecer o Seu Autor, então pelo Seu Espírito Deus se revela a nós. Ámen.

< Voltar