PALAVRA DE DEUS

POR: Manuel Venade Martins (Pastor Evangélico)

E oito dias depois estavam outra vez os seus discípulos dentro, e com eles Tomé. Chegou Jesus, estando as portas fechadas, e apresentou-se no meio, e disse: Paz seja convosco. Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e mete no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente. Tomé respondeu e disse-lhe: Senhor meu, e Deus meu! Disse-lhe Jesus: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram (João 20: 26-29).

INTRODUÇÃO

As pessoas falam muito de sorte, procuro a sorte e ela nunca chega a me alcançar. Nunca tenho sorte naquilo que procuro obter, naquilo que desejo na minha vida, e agora nós perguntamos porque não encontra a sorte que deseja? Porque  ansiosamente não alcança, obter e realizar-se em sua vida? A resposta para esse seu desejo ou esperança que acha que nunca o abrange essa sorte  que  não se tem realizado, é simples de esclarecer. Devemos saber que todo o bem que recebemos em nossas vidas, com certeza tem procedência divina, com isto quero dizer que precedem de Deus. Agora perguntamos ao amado leitor? Está conectado com o Altíssimo e Santo é o seu nome, através do Senhor Jesus? Examine-se e se não está conectado trate de se voltar, e procure andar em seus caminhos e verá então como a sorte divina o alcança.          

COMENTÁRIO

SERÁS UM DOS BEM-AVENTURADOS?

Disse Jesus: Porque viste, creste? Bem-aventurados os que não viram, mas creram.Caixa de texto:  
 Em primeiro lugar Jesus não nega as evidências necessárias a quem honestamente apresenta as suas dúvidas e hoje essa circunstância serve-nos de base para esclarecer certas interrogações nas quais  temos duvidas. Sabemos que Jesus ressuscitou e o registo que nos foi deixado é suficientemente esclarecedor. É interessante verificar que na primeira visita que Jesus realizou aos seus discípulos no primeiro dia da semana, estando as portas da casa trancadas com medo dos judeus mostrou-lhes as mãos e o lado, depois da saudação: Paz, seja convosco. A exigência de Tomé vem em linha com o que Jesus já tinha feito espontaneamente. A diferença é que Tomé não apenas queria ver, mas queria tocar: Se eu não vir nas suas mãos o sinal dos cravos, e ali não puser o meu dedo, e não puser a minha mão no seu lado, de modo algum acreditarei. (v:25)

Medite e pense nas verdades divinas, porque está chegando o momento em que será autêntico e verdadeiro os assuntos dos Céus, conforme a sua promessa estará presente onde estiverem dois ou três em seu nome (Mat.18:20). A grandeza de nos relacionamos uns com os outros, todos nós chamados por Ele (Jesus) entra em cada coração pela operação do Espírito Santo nas criaturas que Ele chamou e ainda está chamando nos dias de hoje, batendo à porta de cada coração, de indivíduos de boa vontade. Não existem dias especiais, para que Ele se manifeste, porque todos os dias lhe pertencem. Nem tampouco lugares com ornamento de alto luxo não são necessários, todos os lugares do planeta são seus: seja numa prisão, doente em casa ou num hospital e também, para Deus todos os dias lhe pertencem. Mas agora falando dos que não viram e creram.

Hoje como outrora, nós fazemos parte dessa enorme multidão inumerável, de verdadeiros crentes que não viram, mas cremos porque os factos foram registados e a manifestação divina aconteceu em nós, pela presença do Espírito Santo. Os apóstolos do Senhor  também podiam testificar todas as evidencias manifestadas e registaram todos esses acontecimentos para chegarem até nós nos dias de hoje. E uma dessas evidencias, é que Ele foi preparar lugar para nós. O leitor crê nisso? Hoje o Senhor Jesus está à porta da vida de cada um que ainda não recebeu Jesus, como seu único Senhor e Salvador pessoal, conforme lemos: Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele Cearei, e ele comigo (Apoc. 3:20).

< Voltar