PALAVRA DE DEUS

POR: Manuel Venade Martins (Pastor Evangélico)

Para que todos honrem o Filho, como honram o Pai. Quem não honra o Filho, não honra o Pai que o enviou. Na verdade na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida (João 5:23-24).

INTRODUÇÃO

O apóstolo Paulo escreveu aos Romanos assim: De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela Palavra de Deus (Romanos 10:17). Se em nós mesmos não dispormos de algum tempo tão precioso de nossas vidas para ouvirmos o Evangelho (que é a Palavra de Deus) nunca alcançaremos em nossas vidas nutrir uma fé saudável, verdadeira e pura, porque não existe outra maneira de a alcançar, seja ela onde for.

Necessitamos de conseguir vencer essa dificuldade que ainda não possuímos em nossas vidas e talvez mal alimentada por uma vida religiosa, mais ou menos vinculada aos enganos de uma falsa mensagem e de um nutrimento religioso doentio em si, sem bases e raízes fundamentais no genuíno Evangelho que Cristo o Senhor nos legou.

Agora por desconhecimento, ou até mesmo ignorância nos tenham ministrado, ano após ano. Mas agora chegou o momento de tomares a tua decisão e ires ouvir a Palavra de Deus.

COMENTÁRIO
VEM OUVIR A PALAVRA DE DEUS

Quão bela seria a vida neste mundo se a criatura humana não se deixasse enganar pelo tentador, o demónio, o qual, no princípio era um querubim ungido para proteção, todavia ao ver-se a figura mais destacada entre os anjos, envaideceu-se e disse para si mesmo: subirei acima das mais altas nuvens e serei semelhante ao Altíssimo. Ele, porem, recebeu esta reposta: Contudo levado serás ao inferno ao mais profundo do abismo.

É assim que Deus trata quem procure enaltecer-se a si próprio, a fim de ser admirado pelas pessoas à sua volta. Pois ainda que o Senhor excelso atenta para o humilde, mas ao soberbo conhece-o de longe (Salmo 138:6). Com o fim de nos acautelar contra tão grande perigo, lê-se na Bíblia: Humilhai-vos perante o Senhor, e ele vos exaltará. Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo vos exalte. Estas palavras revelam-nos a grandeza do caráter de Deus e o que Ele requer do ser humano, para alcançarmos tão elevado objetivo necessitamos de acordar para as coisas divinas, pois está escrito que o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus porque lhe parecem loucura, e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente (1ª Coríntios 2:14).

A fim de entendermos as coisas divinas, teremos de passar por uma experiência de fé a que a Bíblia chama novo nascimento. É o próprio Jesus quem o assevera: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus (João 3:3). Nascer de novo? Afinal que é isso? Perguntará o leitor, nascer de novo, no sentido bíblico, significa ressurgir, para a grande realidade de Deus no homem, o qual encontra-se morto espiritualmente, morto em ofensas e pecados. Receberá porem a certeza da vida eterna ao converter-se a Cristo, ao receber Jesus como seu Salvador e Senhor. A palavra de Deus diz: (v. 24) Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida. Verifica-se nestas palavras de Cristo a grandeza do Seu amor pela humanidade perdida, esse tão grande amor confirmou-o o Filho de Deus ao entregar-se voluntariamente à morte cruel (mas expiatória pelos nossos pecados) pregado numa cruz, exposto ao vitupério por parte da multidão que vociferava contra o Salvador, exigindo Sua morte, dizia crucifica-o!

Ora se Jesus quisesse escapar à morte, poderia tê-lo feito. Por exemplo quando perguntou aos Seus opositores, no jardim do Getsêmani, a quem buscais? Recebendo como resposta: A Jesus Nazareno, o Senhor replicou-lhes: Sou Eu, ao fazer esta afirmação, os que vinham prender Cristo recuaram e caíram por terra, com os Seus inimigos vencidos, o Salvador podia escapar com facilidade à morte, Ele contudo viera ao mundo exatamente para isso; buscar e salvar o que se havia perdido (Lucas 10:16). Aqui reside a sublimidade do Seu amor para com os pecadores perdidos, cabe aqui formular ao leitor a seguinte pergunta. Deseja, de coração, receber graciosamente, a parte de Deus, a salvação que Jesus Cristo ganhou para si no Gólgota, na cruz do Calvário? Então, de acordo com o ensino bíblico, reconheça que é um pecador perdido; confesse os seus pecados a Deus, arrependa-se da sua vida longe do Criador, e deposite a sua fé na pessoa e obra redentora de Cristo na cruz, peça perdão ao Senhor, descanse n'Ele e siga-o com sinceridade e fidelidade. Deus concede-lhe a salvação, a vida eterna, a partir do momento em que der este passo, tão glorioso, verá a sua vida transformar-se para melhor e será feliz com Deus. O Senhor transformá-lo-á numa nova criatura, isto não significa, de forma alguma, que as dificuldades desapareceram por completo da sua vida, mas terá sempre ao seu lado o grande ajudador, o seu maior e mais glorioso Amigo, nosso Senhor Jesus Cristo! Ele promete-o expressamente: tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo (João 16:33).

Portanto, no meio dos problemas e dificuldades da vida, poderá descansar em Jesus Cristo, o Salvador do mundo. Ele é, sem dúvida alguma, o nosso melhor amigo, o maior amigo.

 



< Voltar