PALAVRA DE DEUS

POR: Manuel Venade Martins (Pastor Evangélico)

Vinde, e tornemos pare o Senhor, porque ele despedaçou e nos sarará, fez a ferida e a ligará. Depois de dois dias, nos dará a vida; ao terceiro dia, nos ressuscitará, e viveremos diante dele. Conheçamos e prossigamos em conhecer o Senhor; como a alva, será a sua saída, e ele a nós virá como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra. Que te farei, ó Efraim? Que te farei, ó Judá? Porque a vossa beneficência é como a nuvem da manhã e como o orvalho da madrugada, que cedo passa (Oseias 6:1-3).

INTRODUÇÃO

No livro de Deuteronómio, Deus falou assim: Escolhe, pois, a vida para que vivas tu e a tua semente. Amando ao Senhor teu Deus, dando ouvidos à sua voz (Deut.30:19-20).

O Senhor Deus alertou, no passado, seu povo e continua até este momento a alertar o ser humano, por duas razões: Todo o ser humano herdou a natureza adâmica (que é o pecado) e agora necessita obter a divina, quando se decidir a deixar o pecado, a velha maneira de viver.

Todo o povo, humanamente falando, necessita nascer de novo, nascer de Deus, nascer da água e do Espírito para se converter a Cristo, que só Ele te pode dar uma nova vida, uma nova natureza espiritual.

Converter a Cristo e segui-lo. Não propriamente a uma religião, mas ao Senhor que te espera pela tua decisão. Isso só tu o podes fazer; escolhe ao Senhor Jesus, como teu suficiente Salvador. 

COMENTÁRIO

PODES CONHECER A DEUS

Ter conhecimento de Deus, de forma correta, é algo excelente, porque quando se divaga sobre o assunto começámos a percorrer o passado velho da nossa vida de existência. Conhecer verdadeiramente Deus é ter uma relação muito pessoal e espiritual com Ele; é manter uma intimidade com o Criador (Jeová Elohim). É bastante grave e triste que ainda hoje grande número de pessoas, muitas delas cultas, não dediquem um pouco do seu tempo para conhecerem minimamente Deus, mesmo que por simples curiosidade. Não é necessário possuir grande formação literária ou teológica para se conhecer o Criador do Universo. O próprio Deus dá-se a conhecer de maneira prática, não sendo precioso, às vezes, sair de casa basta contemplarmos, através da nossa janela, a parte que é possível observar o dedo de Deus na criação. É simplesmente maravilhoso apreciar, vezes sem conta, as belas paisagens, a imensidade do firmamento, a grandiosidade dos céus.

O rei David exclamou, dirigindo-se a Deus: Quando vejo os teus céus, obra dos teus dedos, a lua e as estrelas que preparaste!... Todo este salmo manifesta a profunda admiração de David, em relação ao Criador, de modo que escreve o mesmo: Ó Senhor, Senhor nosso, quão admirável é o teu nome em toda a Terra! (Salmo 8:1-3). É impressionante a maneira reverente como o poeta inspirado escreveu estas palavras! Lemos em Génesis (15:5,6) que o Criador levou Abraão para fora da sua tenda, e convidou-o a olhar em direção aos céus de forma a contar as estrelas, caso pudesse, pois seria assim a sua descendência. Bastaram essas palavras do Senhor para o conhecido patriarca do Velho Testamento acreditar inteiramente em Deus. Muitas vezes é necessário sairmos da casa dos nossos próprios conceitos e filosofias adversas à existência de Deus, para que conheçamos com sinceridade o Criador. O apóstolo Paulo escreveu relativamente a certos incrédulos: E como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus (Romanos, 1:28). Isto é espantoso! Podemos, de certa maneira, considerar que estas palavras se referiam aos próprios Romanos, que eram a elite daqueles dias, cidadãos de primeira. Tais pessoas voluntariamente não tiveram qualquer interesse em conhecer Deus. Seria para as mesmas coisas desnecessário! O sábio Salomão escreveu não ser bom ficar a alma sem conhecimento (Prov.19:2). E não ter conhecimento de Deus é ainda muito pior. Declarou o profeta Oseias: O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento, sim, isto é demasiado grave.

Nunca vimos tanta destruição, no aspeto moral, como nos nossos dias. De facto, a moral está praticamente de rastos, vagueando pelos padrões morais e não poucas famílias e setores da sociedade encontram-se por terra. São escândalos após escândalos que a comunicação social revela, e parece não haver solução à vista. Regra geral isso deve-se ao facto de se não conhecer Deus como na realidade Ele é. Sim, tudo isso por falta de conhecimento e temor de Deus. É necessário, sem dúvida, uma urgente mudança de atitude, caráter e personalidade. Na Bíblia Sagrada está escrito o seguinte: Conheçamos e prossigamos em conhecer o Senhor. Que bom é Deus voltar e repor a bênção, reconstruir o caráter e a moral, estabelecer um nível espiritual mais elevado! Que bom e andarmos por um caminho mais digno e agradável aos olhos de Deus e do nosso semelhante.



< Voltar